Perguntas Frequentes

Encontre respostas para suas dúvidas

Tire Suas Dúvidas


Vistoriar um imóvel significa verificar suas condições de habitabilidade. Durante essa inspeção, são avaliados vários detalhes da propriedade, que devem ser cuidadosamente anotados em seus pormenores. A esse relatório, também podem ser acrescentadas fotos do imóvel. O ideal é que o proprietário ou inquilino acompanhem a vistoria, mas o vistoriador pode simplesmente apresentar o laudo com tudo o que foi observado.

A vistoria de imóveis é de fundamental importância para todos os envolvidos no acordo de venda ou locação do imóvel, pois representa uma garantia às partes. O tipo de transação também influenciará em sua valia, pois os objetivos se diferem a depender do interesse — compra ou locação da propriedade.

O responsável por essa tarefa é o vistoriador, um profissional designado especialmente para isso. Ao término do processo, o vistoriador apresenta um laudo com o inventário dos itens observados.

Para uma boa perícia, o ideal é contar com um profissional capacitado — engenheiro civil ou arquiteto — ou com uma empresa especializada nesse tipo de serviço. Só assim você terá total garantia de que o relatório e as fotos terão foco nos pontos mais importantes.

Desconfie de laudos que não foram elaborados por um profissional sem uma dessas formações, pois inconsistências nas informações e resultados sem embasamento técnico podem ter seu valor legal questionado em eventuais disputas na justiça.

Há muitos profissionais que são cadastrados no Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias para realizar esse tipo de serviço, então não deixe de consultar essa lista antes de fechar qualquer acordo.

Assegurar a habitabilidade do imóvel


Garantir a segurança de todos


Evitar discussões entre as partes envolvidas


·        Revestimentos da parede, do chão e seus rejuntes

·        Pintura externa e interna

·        Fachada completa

·        Sistema hidráulico

·        Parte elétrica

·        Fechaduras e maçanetas

·        Forro e telhado

·        Vidraças

·        Mobílias

Durante a inspeção de um imóvel recém-construído, é preciso checar se todos os materiais usados seguiram suas especificações. Além do apartamento em si, as áreas comuns devem ser fiéis ao apresentado no ato da venda.

Para garantir que tudo esteja de acordo com o que foi prometido, é importante que o comprador tenha em mãos o “memorial descritivo” do imóvel. Ele ainda poderá levar materiais promocionais e folders de apoio que juntou quando visitou o empreendimento antes de efetuar a compra. É muito comum que, na entrega das chaves para o proprietário, a construtora se responsabilize durante seis meses por eventuais reparos, tanto na estrutura quanto no acabamento do imóvel.

Se o vistoriador encontrar algum problema, os danos aparentes devem ser fotografados e acrescentados ao laudo. Se a falha representar algum risco para os moradores, o ideal é pedir que o proprietário do imóvel faça o reparo necessário antes do contrato de venda ou locação ser firmado.

        O papel e a importância do laudo está em documentar, com rigor técnico e detalhadamente, quais são as reais condições do imóvel. Além disso, ele inibe a falta de cuidado do inquilino pelo tempo em que habitar o imóvel, pois sabe que todos (proprietário e imobiliária) têm conhecimento total do estado do imóvel antes da locação.

É essencial que o laudo seja formalmente reconhecido pelo vendedor ou locador e pelo comprador ou locatário, tanto no ato do contrato quanto no termo de devolução de chaves — em caso de locação.

Agora que você já sabe o que é vistoria de imóveis e entendeu a importância de fazê-la antes de vender ou alugar, que tal se preparar pra adquirir seu próprio lar?